segunda-feira, 28 de novembro de 2005

NONSENSE: outra vez Vinícius

Posted by Picasa


ANDEI MEIO SUMIDA MAS VOLTEI!!!

Eis o que anda me inspirando nos últimos tempos: mais uma vez, Vinícius de Moraes... fomos assistir ao filme, há mais de uma semana. E há mais de uma semana que ele não me sai da cabeça. Não canso de ouvi-lo recitar e cantar... não canso de refletir a cada estrofe e de constatar o quanto eu tenho de Vinícius no jeito de levar a vida, no jeito de ver beleza em tudo... beleza no que é simples, num gesto, no olhar, no amor, no amado.... e como eu amo e amo cada segundo, cada sorriso, um momento aqui e outro ali, que faz parte do número gigante de momentos maravilhosos que Deus me dá!
Salve Vinícius!

"Você que só ganha pra juntar
O que é que há, diz pra mim, o que é que há?
Você vai ver um dia
Em que fria você vai entrar!
Por cima uma laje,
Embaixo a escuridão
É fogo, irmão! É fogo, irmão!

Falado - Pois é, amigo, como se dizia antigamente, o buraco é mais embaixo... E você com todo o seu baú, vai ficar por lá na mais total solidão, pensando à beça que não levou nada do que juntou: só seu terno de cerimônia. Que fossa, hein, meu chapa, que fossa...

Você que não pára pra pensar
Que o tempo é curto e não pára de passar
Você vai ver um dia, que remorso
Como é bom parar!
Ver um sol se pôr
Ou ver um sol raiar
E desligar, e desligar...

Falado - Mas você, que esperança... Bolsa, títulos, capital de giro, public relations (e tome gravata!), protocolos, comendas, caviar, champanhe (e tome gravata!), o amor sem paixão, o corpo sem alma, o pensamento sem espírito(e tome gravata!) e lá um belo dia, o enfarte; ou, pior ainda, o psiquiatra!

Você que só faz usufruir
E tem mulher pra usar ou pra exibir
Você vai ver um dia
Em que toca você foi bulir!
A mulher foi feita
Pro amor e pro perdão
Cai nessa não, cai nessa não

Falado- Você, por exemplo, está aí com a boneca do seu lado, linda e chiquérrima, crente que é o amo e senhor do material. É, amigo, mas ela anda longe, perdida num mundo lírico e confuso, cheio de canções, aventura e magia. E você nem sequer toca a sua alma. É, as mulheres são muito estranhas, muito estranhas...

Você que não gosta de gostar
Pra não sofrer, não sorrir e não chorar
Você vai ver um dia
Em que fria você vai entrar!
Por cima uma laje
Embaixo a escuridão
É fogo, irmão! É fogo, irmão!"

Não é simplesmente G-E-N-I-A-L???!!! Tão eu!

Om Shanti!

2 comentários:

Tita Aragón disse...

Genial!!! O velho poetinha cutucando a alma da gente!
Beijocas! Namastê!

Dalva disse...

Hmmmm... valeu o recesso parlamentar, colega. Voltou bem acompanhada, do velho Vinícius. Eu me pergunto, responda-me se souber: será que ele era safado do jeito que trasparece nos
poemas dele, tipo paquerador, danado??

TRAJETÓRIA PROFISSIONAL

Médica formada na Faculdade de Medicina do ABC em 1999. Fez residência em Pediatria na Escola Paulista de Medicina – UNIFESP até 2002.

Especializou-se em Homeopatia pela Escola Paulista de Homeopatia, atual ICEH, de 2003 a 2005.

Seu interesse em Ayurveda nasceu com o início das práticas de Yoga em 2002. Em 2007, fez o módulo I de formação em Yoga com Pedro Kupfer. Em 2008 concluiu a formação em Ayurveda na Clínica Dhanvantari em São Paulo, com Dr. Luiz Guilherme Corrêa Neto.

Na Índia, fez estágio em Ayurveda e Pregnancy & Baby Care na “School of Ayurveda & Panchakarma”, Kannur, Kerala, em Janeiro de 2009 e no Arya Vidya Peetam Trust, AVP Hospital, Coimbatore, em janeiro de 2010.

Atualmente trabalha na em seu consultório, atendendo a consultas de Pediatria e Puericultura, permeadas pela Homeopatia, pelo Ayurveda e pela sua bagagem de maternagem.

Escreve o blog PEDIATRIA INTEGRAL no Portal de maternidade ativa Vila Mamífera.

TODOS SOMOS UM